sábado, 5 de março de 2011


METAFÍSICA E RAZÃO CRACIOLÓGICA, FENOMENOLÓGICA, E MORFOLÓGICA.


A realidade e a razão possuem três formas fundamentais de ser.

Que é poder, fenômeno, e estrutura.

O poder é o agente que atua sobre a transformação e produz o fenômeno.

O fenômeno é a transformação e a transcendência.

A estrutura é o resultado e estágio de um fenômeno.

Na verdade a estrutura é o conjunto de fenômenos ínfimos se processando num só espaço, e que temos a noção de que se tem aí um corpo. Mas é um corpo de fenômenos transcendendo.

Exemplo disto temos o átomo, que não é uma partícula, mas um sistema de produção e transformação de energia. Ver teoria graceliana de energeticuns.

Os genes não são estruturas fixas, mas ínfimas produções vitalógicas. Ver teoria da vitalização e vitalicum.

Assim, a realidade só tem duas formas fundamentais de realidade.

O homem não possui um corpo, mas um conjunto de fenômenos e de poderes agindo sobre estes fenômenos.

Assim, a essência fundamental do ser e da realidade é ser regido e ser poder, e ser transcendente ínfima e infinitamente.



A matéria não construíria tamanha engenharia e maquina funcional onde há vasos que levam o sangue para as células. As células que produzem metabolizações, e ribossomos que produzem energia.

E produz uma racionalidade de si e do universo. Instintos e sentimentos..


Formas de realidade.

1- Poder. Poder de transformar.
2- Potencialidade. Potência de fundamental da vida e da realidade.
3- Espiritual.
4- Vital – processa a produz à direcionamento a vida.
5- Psíquica e racional vital.

6- Física.

7- Química.



Autor – Ancelmo Luiz graceli.

Brasileiro, professor, pesquisador teórico, graduado em filosofia.

Rosa da penha, Cariacica, Espírito Santo, Brasil.


Colaborador. Márcio Piter Rangel.

Trabalho registrado na Biblioteca Nacional – Brasil - Direitos Autorais.

Agradeço a algumas faculdades que estão incluindo os meus trabalhos em seus currículos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário